Atividades extra-curriculares

Diretrizes para regulamentação de carga horária extra-curricular *
Conforme proposição do currículo novo para o curso de Serviço Social, todos os alunos, para obterem o grau, deverão cumprir 150 horas de atividades extra-curriculares. Tais atividades foram criadas no âmbito das discussões acadêmicas que culminaram nas novas Diretrizes Curriculares aprovadas em 1996 a partir de um amplo processo democrático que envolveu oficinas locais, regionais e nacionais. O espírito concebido para aquelas atividades suplementares prevêem o reconhecimento e o estímulo a aspectos formativos – dentre os quais a pesquisa, a extensão, a iniciação artístico-cultural - que não se incluem no Currículo Pleno, mas que podem e devem integrar a trajetória acadêmica dos alunos.
Para viabilizar o cumprimento dessa exigência, um conjunto de atividades serão regulamentadas com base nas seguintes diretrizes:

  • todo o aluno deverá diversificar em no mínimo três (3) atividades diferentes, em pelo menos duas (2) modalidades, cada uma delas computando não mais que cinqüenta (50) horas;
  • no 4º e 8º períodos diurno e no 5º e 10º períodos noturno os alunos deverão entregar na DAG seus comprovantes das atividades, solicitando a inclusão dessa carga horária no seu histórico escolar;
  • uma comissão de professores interdepartamental com um representante de alunos, deverá autorizar ou não a inclusão dessas atividades. O representante discente indicado pelo Centro Acadêmico poderá ter assento, sem voto deliberativo. A comissão será portariada, renovada a cada ano letivo.
  • após esse trabalho, os originais de comprovação serão devolvidos aos alunos para que estes arquivem até o final do curso;
  • em caso da não inclusão de alguma atividade, os alunos terão direito de recorrer aos instâncias competentes.

Das atividades extra-curriculares e dos critérios de aproveitamento
As atividades que poderão ser consideradas como extra-curriculares e os critérios de aproveitamento de carga horária seguem abaixo, distribuídas por modalidades:
 
I - PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA
Atividades:

  • iniciação científica (participação em projetos de pesquisa reconhecidos pela universidade, com ou sem bolsa)
  • participação em congressos, seminários, colóquioscientíficos
  • encontros estudantis
  • palestras
  • participação em jornadas de iniciação científica e de pesquisadores
  • participação em evento voltado à realização de Bancas Examinadoras de TCC’s
  • publicação de artigos em revistas e periódicos nacionais (25 horas por artigo, até o máximo de 4 artigos)
  • publicação de artigos em revistas e periódicos internacionais (30 horas por artigo, até o máximo de 4 artigos)
  • publicação de artigos de opinião em revistas e jornais de grande circulação (15 horas por artigo, até o máximo de 4 artigos)
  • publicação de artigos de opinião em revistas e jornais de circulação restrita (10 horas por artigo, até o máximo de 4 artigos)
  • publicação de trabalho completo em anais de congresso (20 horas por artigo, até o máximo de 4 artigos)
  • publicação de resumos em anais de congressos (10 horas por resumo, até o máximo de 4 resumos)
  • comunicações em congressos, seminários e encontros estudantis (5 horas por comunicação, até o máximo de 4 comunicações)
  • apresentação de trabalho em jornadas de iniciação científica ou de Semana de TCC’s (5 horas por comunicação até o máximo de 4 comunicações)
  • membro de comitê organizador de eventos científicos (15 horas por evento, até o máximo de 3 eventos científicos)
  • membro de comissão organizadora de encontros estudantis (10 horas por encontro, até o máximo de 3 encontros estudantis)

II - EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA
Atividades:

  • participação em projetos de extensão reconhecidos pela UFRJ, com ou sem bolsa
  • cursos de extensão
  • participação em programas de intercâmbio reconhecidos academicamente

III.- REPRESENTAÇÃO DISCENTE EM COLEGIADOS, COMISSÕES E ENTIDADES ESTUDANTIS
Atividades:

  • participação em colegiados superiores da Universidade, do Centro e da Unidade (25 horas por mandato de representação, até no máximo de dois mandatos)
  • participação em comissões e grupos de trabalho acadêmicos como representante discente (30 horas por mandato de representação, até o máximo de duas comissões)
  • membro de diretoria de entidades estudantis - CA, DCE, UNE, ENESSO, Representação Discente da ABEPSS (25 horas por mandato, até o máximo de dois)

IV.- OUTRAS ATIVIDADES ACADÊMICAS
Atividades:

  • monitoria (participação em programas de monitoria reconhecidos pela universidade, com ou sem bolsa)
  • atividades acadêmicas previstas pelo orientador da CPO (Comissão de Professores Orientadores)
  • atividades ligadas ao ensino propostas pelo docente que extrapolem a carga horária prevista pela disciplina

V.- ATIVIDADES EXTRA-ACADÊMICAS
Aprovado em Congregação do dia 07 de Abril de 2005.
* O documento é resultado das proposições oriundas das diferentes instâncias da ESS: departamentos, Conselho Departamental e Câmara de Assuntos Acadêmicos, a partir de minuta elaborada pela DAG.